header-area-background-wrapper
Menu
site-banner
center-left-menu

Como funciona?

1 min de video
center-right-menu

Projeta-se um Crescimento Modesto para Singapura

11 June 2015
A economia de Singapura cresceu 2,6 por cento numa base anual, no primeiro trimestre de 2015, mais rapidamente do que o crescimento de 2,1 por cento do trimestre anterior, anunciou o Governo de Singapura. O Ministério do Comércio e Indústria (MCI) anunciou a 26 de maio que a economia se expandiu 3,2 por cento no T1 2015, um crescimento mais moderado em relação aos 4,9 observados no trimestre precedente.
 
Os setores da construção, do comércio grossista e retalhista, da informação e comunicações, dos serviços empresariais, dos transportes e armazenamento todos eles cresceram no primeiro trimestre. O setor das finanças e seguros tiveram um desempenho particularmente sólido, apresentando um crescimento de 7,9 por cento no primeiro trimestre, embora este número constitua uma queda face ao crescimento de 10,3 por cento registado no trimestre anterior. Tendo em consideração os fatores macroeconómicos mundiais, o MCI prevê que a economia de Singapura cresça uns modestos 2 a 4 por cento em 2015.
 
Em março de 2015, Singapura constou novamente da fileira superior de centros financeiros mundiais, juntamente com Nova Iorque, Londres e Hong Kong. Contudo, resta saber a forma como o orçamento recente, no qual foram aumentados os impostos, irá afetar o estatuto de Singapura de centro financeiro e de comércio de primeira linha e o seu desempenho económico este ano.
 
No Orçamento de 2015/16, o Vice-Presidente e Ministro das Finanças Tharman Shanmugaratnam anunciou a criação de uma nova taxa máxima de imposto sobre o rendimento de 22 por cento, um aumento face à taxa atual mais alta de 20 por cento. Contudo, os impostos sobre aqueles que dispõem de rendimentos altos em Singapura permanece muito abaixo das taxas máximas de imposto sobre o rendimento existentes em boa parte do mundo desenvolvido, em particular na Europa Ocidental e na América do Norte.
 
www.lowtax.net

Suscreva a nossa newsletter

Partilhe esta noticia no: