dismiss-alert
header-area-background-wrapper
site-banner
center-left-menu

Como funciona?

1 min de video
center-right-menu

Dubai

O Dubai desfruta de uma localização central entre Europa, África e Ásia, o que faz dele um destino de negócios por excelência para uma série de setores. É uma das cidades mais seguras do mundo. O Dubai é bem servido por instituições financeiras locais e internacionais, e é um dos principais centros de comércio com uma infraestrutura de última geração e um fantástico ambiente de negócios.

Setor Bancário no Dubai

O ambiente altamente regulamentado do Dubai adere às melhores práticas internacionais, ao mesmo tempo que opera com taxas de impostos singulares e coletivos de zero, bem como com repatriação de 100% do capital sem restrições monetárias. Este tipo de liberdade financeira é raramente encontrado num ambiente de negócios tão desenvolvido. Os Bancos no Dubai são conhecidos como algumas das principais instituições financeiras do mundo, oferecendo não só estabilidade e excelente qualidade, mas também a completa confidencialidade.

História

O Dubai é a cidade mais populosa dos Emirados Árabes Unidos. É encarado como uma cidade verdadeiramente "global" e é o principal centro de negócio do Oriente Médio e do Sul da Ásia. A primeira prova de fixação humana no Dubai remonta ao ano de 7.000 a.C. Em vários locais em redor da cidade, foram descobertos antigos povoamentos que remontam a esses tempos. Também foram encontradas cerâmicas pré-islâmicas dos séculos III e IV. O Dubai enquanto cidade foi mencionado pela primeira vez em 1095 num livro chamado "Livro de Geografia", escrito pelo geógrafo Abu Abdullah al-Bakri. Com uma vertente sobretudo piscatória nos tempos anteriores à exploração do petróleo, o Dubai foi local de passagem para pescadores nómadas e encarada geralmente como "pobre".

Tudo isto mudou durante a grande expansão do petróleo. Durante a década de 1960, foram descobertos grandes jazidas de petróleo no Dubai e em Abu Dhabi. Entre 1960 e 1980, a população da cidade cresceu em mais de 600%. Foram feitos enormes desenvolvimentos infraestruturais financiados pelos abundantes fundos do petróleo que entravam nas contas do Estado, dando origem à megacidade do Dubai que hoje conhecemos. As receitas do petróleo foram usadas para desenvolver outros setores como as finanças, comércio e serviços bancários. Este desenvolvimento permitiu diversificar com êxito a economia para uma superpotência multifacetada, gerando um PIB avaliado em mais de USD 100 mil milhões por ano. É considerada como uma das economias mais florescentes e estáveis do mundo.

Instituições Bancárias

O Dubai tem mais de 50 bancos comerciais, 29 depositários autorizados e várias empresas licenciadas para serviços monetários. A Autoridade de Serviços Financeiros do Dubai e o Banco Central dos Emirados Árabes Unidos são os reguladores dos serviços financeiros no Dubai.

Legislação e Regulamentação

A supervisão regulamentar do setor bancário nos EAU é feita por vários departamentos do Banco Central dos Emirados Árabes Unidos e pela Autoridade dos Serviços Financeiros do Dubai. O âmbito destes mandatos regulamentares inclui os bancos nacionais, os bancos estrangeiros nos EAU, bem como das instituições de crédito e outras instituições financeiras, incluindo práticas de consultoria financeira. Também supervisionam as Operações de Tesouraria, Informações de Gestão e Contabilísticas, Mercados de Capital, Mercados Financeiros e Cambiais, Certificados de Depósito e Serviços de Liquidação.

Sigilo Bancário

O Dubai está classificado na 16ª posição no Índice de Sigilo Financeiro de 2014, o que o coloca no topo da escala de sigilo. O Dubai é responsável por uma parte importante do mercado global de serviços financeiros offshore, pelo que tem uma dimensão média entre as jurisdições que praticam o sigilo, com um potencial muito elevado de crescimento futuro. Cerca de dois terços do rendimento dos EAU não estava relacionado com o setor do petróleo na década de 1990 e, ao mesmo tempo, o Dubai cresceu para se tornar a maior zona de comércio livre do mundo, desde a Europa a Singapura. Estima-se que em 2014 o Dubai tenha reservado mais de USD 700 mil milhões em ativos e depósitos graças ao sigilo apertado. O Dubai não divulga nem evita a formação de "trusts" (fideicomissos) e fundações privadas, não guarda as informações de propriedade das empresas em registos públicos, nem exige que as informações de propriedade ou financeiras das empresas estejam publicamente disponíveis online. O Dubai é uma das principais jurisdições bancárias a nível mundial, encarado como o mais estável e confidencial centro para fazer depósitos ou guardar ativos, ao mesmo tempo que participa plenamente na comunidade financeira internacional moderna.

Pagamentos Eletrónicos

O Dubai é membro da Sociedade de Telecomunicações Financeiras Interbancárias Mundiais (SWIFT). A rede SWIFT é o mais seguro e protegido sistema para transações financeiras a nível mundial.

Serviços Bancários

A SFM está associada a uma rede alargada de bancos privados e importantes no Dubai. Todos os bancos para os quais remetemos os nossos clientes oferecem uma plataforma bancária internacional, com contas com várias divisas (£, € e $), além de banca online e cartões de crédito/débito. Tenha em atenção que a sua presença física será necessária para o procedimento de abertura de conta.

Depois de concluída o seu pedido, ser-lhe-á atribuído um gestor de conta que o irá orientar nos procedimentos de abertura da conta bancária. Em seguida, vamos selecionar consigo, de forma criteriosa, entre os nossos principais parceiros, aquele que se adaptar exatamente às suas necessidades.

Quais os documentos necessários para abrir uma conta bancária?

O Banco terá de confirmar a identidade e morada de todos os clientes que abram contas bancárias. Os signatários e beneficiários efetivos terão de apresentar os seguintes documentos, que serão tratados como confidenciais:

  • Cópia autenticada do passaporte
  • Fatura de serviços certificada (que não tenha mais de 3 meses)
  • Carta de referência bancária original (que não tenha mais de 3 meses)
  • Extratos bancários originais (de pelo menos 6 meses)

Em caso de contas bancárias empresariais, o banco irá também solicitar um conjunto de documentos certificados da empresa, que consistirá em:

  • Certidão de registo comercial
  • Pacto social e estatutos
  • Registo de acionistas e diretores
  • Um certificado de idoneidade ou certificado de incumbência se a empresa tiver mais de 12 meses
  • Últimas contas auditadas/perfil da empresa, se disponível

Enviar-lhe-emos por email, em anexo, os formulários bancários adicionais necessários para abrir a conta, os quais deverá assinar e devolver preferencialmente por correio especial (DHL, FedEx ou Chronopost), juntamente com os outros documentos acima referidos.

Stars