História

As ilhas conseguiram a independência do Reino Unido em 1981, tornando-se na nação de Antígua e Barbuda. No entanto, continua a fazer parte da Comunidade das Nações, mantendo-se como uma monarquia constitucional, com a Rainha Isabel II como Rainha de Antígua e Barbuda.

Em 1997, o Primeiro-Ministro Lester Bird anunciou que um grupo de ilhas ecologicamente sensíveis perto da costa nordestina de Antígua, previamente propostas para um estado de parques nacionais, estavam a ser entregues a criadores malaios. O acordo para o Projeto de Desenvolvimento da Ilha Guiana, com o pedido de um hotel de 1000 quartos, um campo de golfe com 18 buracos e um casino de classe mundial, suscitou críticas generalizadas por parte de ambientalistas, de membros de minorias no parlamento e da imprensa. O assunto atingiu o ápice quando um residente local disparou sobre o irmão do Primeiro-Ministro. Atualmente, o desenvolvimento proposto está atolado de processos e política.

O ALP venceu mandatos renovados nas eleições gerais de 1984 e 1989. Nas eleições de 1989, o ALP em vigor venceu quase todos os 17 lugares, exceto dois. Durante as eleições de março de 1994, o poder passou de Vere Bird para o seu filho, Lester Bird, mas permaneceu com a ALP, que venceu 11 dos 17 lugares no parlamento. O Partido Progressista Unido venceu as eleições de 2004 e Baldwin Spencer tornou-se no Primeiro-Ministro, retirando do poder o mais antigo governo eleito nas Caraíbas.

A Antígua não sofreu tanto como outros países durante a crise económica internacional, permitindo que os seus bancos se mantivessem estáveis e rentáveis, aumentando a sua excelente reputação.

Instituições bancárias

O sistema financeiro da União Monetária das Caraíbas Orientais (ECCU) abrange bancos domésticos, bancos do Sector de Serviços Financeiros Internacionais, cooperativas de crédito, companhias de seguros, fundações nacionais de desenvolvimento, instituições financeiras de desenvolvimento, associações de poupança e empréstimo e sociedades financeiras.

O quadro regulamentar do sistema bancário doméstico tem duas componentes legislativas essenciais. Em primeiro lugar, existe a Lei sobre o Acordo ECCB, 1983, e as suas emendas, que, sob o artigo 3, parágrafo 2(e) da Lei sobre o Acordo ECCB, confere ao Banco Central das Caraíbas Orientais o poder de "regular os negócios bancários em nome de e em colaboração com governos participantes". Em segundo lugar, as Leis Bancárias dos diversos territórios dos governos participantes, que governam a regulação de negócios bancários nesses territórios.

Leis e regulamentos

A Antígua é uma famosa e respeitada jurisdição bancária offshore. A Autoridade dos Serviços Financeiros de Antígua e Barbuda é a principal entidade administrativa e reguladora dos bancos registados nas Caraíbas Orientais. Além disso, devido ao facto de Antígua ser um membro da Comunidade das Nações, os depósitos bancários estão estáveis.

Sigilo bancário

A Antígua estava classificada na posição 65 em todo mundo no Índice de Sigilo Financeiro de 2015, cálculo que foi baseado na sua parte do mercado global relativa a serviços financeiros offshore.

Instalações bancárias

A SFM tem uma relação com uma rede extensa de bancos privados e importantes de Antígua.

Todos os bancos referidos aos nossos clientes proporcionam uma plataforma bancária internacional completa, com contas em divisas múltiplas (£, € e $), bem como serviços bancários e cartões de débito/crédito online.

Assim que o seu pedido esteja concluído, ser-lhe-á atribuído um gestor de conta específico, que irá guiá-lo no processo de abertura da conta bancária. Em seguida, iremos selecionar cuidadosamente um banco de um dos nossos parceiros líderes, cujo preenche perfeitamente os seus requisitos.

Que documentos são necessários para abrir uma conta bancária?

Regra geral, o banco solicita uma cópia autenticada do passaporte do acionista e do diretor (beneficiário efetivo), bem como uma prova de residência recente, com menos de três meses. Se o cliente visitar o banco pessoalmente para abrir a conta, não será necessária uma cópia autenticada do passaporte.

Vamos enviar-lhe por e-mail, sob a forma de anexo, os documentos adicionais necessários para a abertura da conta que terá de assinar e devolver, de preferência por correio especial (DHL, FedEx ou Chronopost), juntamente com os outros documentos mencionados anteriormente.